30 de jul de 2010

Logotipo para canonização de Camila Varani





 


O logotipo representa o ícone em meio busto de Camila Varani, que em 1481, se tornando Clarissa, ou seja, membro da Ordem de Santa Clara de Assis, como indica o hábito com o qual é representada, toma o nome de Irmã Batista.







 A lágrima nos olhos recorda o voto feito aos oito ou dez anos, de derramar cada sexta feira o menos uma lágrima por amor a Paixão de Jesus.

A cruz na mão esquerda indica o centro de sua espiritualidade, ou seja, o amor apaixonado pelo Crucificado, enquanto os três lírios, além de sublinhar a sua escolha em doar-se virginalmente ao Senhor Jesus, recordam os três dons místicos por ela revelados em sua autobiografia.

 
O pergaminho em sua mão esquerda recorda principalmente a Regra de Santa Clara, por ela abraçada e proposta com radicalidade nos mosteiros por ela reformados segundo o espírito do início da Ordem clariana, mas também os seus escritos, ou seja, sua característica de monja-humanista que uniu a fé e a cultura, a cultura e o desejo de Deus.



A mão direita aberta, na simbologia dos ícones, indica a dimensão contemplativa na qual a bem-aventurada estava totalmente imersa.





A frase “Caminha, corre, voa no caminho de Deus!”, tirada de seus escritos, indica o frescor e a liberdade da sua experiência cristã e, e resume o aspecto místico, caracterizado pela centralidade de Jesus Cristo.




O monograma do Nome de Jesus faz referência ao movimento da Observância dos franciscanos — que tem São Tiago das Marcas entre seus maiores representantes, em cujo âmbito se encontra a história de nossa santa.



 A imagem estilizada da região das Marcas inserida entre a imagem e a escrita recorda não somente a terra de origem de Batista Varani, mas também o patrimônio cultural, espiritual e eclesial do qual a nova Santa é, ao mesmo tempo, expressão e raiz.
             
Camila, o nome que lhe foi dado em 1458 pelo pai, Julio César Varani, Senhor de Camerino, no momento do nascimento, é colocado acima, em tamanho menor, para indicar sua família de origem.



Batista é o nome que assume no momento em que se torna Clarissa no mosteiro de Urbino, do qual parte três anos depois para fundar o Mosteiro de Camerino junto da outras oito irmãs.
O atributo Santa, colocado por último, é o reconhecimento que lhe será atribuído na celebração da canonização, presidida pelo Papa bento XVI no dia 17 de outubro de 2010, como recorda a data colocada abaixo.

Um comentário:

  1. descobri que existe uma santa camila nome dado a minha filha na hora do nascimento

    ResponderExcluir