21 de ago de 2010

Oração Mística



Oração Mística
Santa Camila Varani - Clarissa

“Ó Jesus, eu te peço que Tu me introduzas no santíssimo tálamo de tuas dores mentais. Submerge-me naquele mar amaríssimo porque ali desejo morrer, de a ti agrada, doce vida e amor meu. Dize-me, Jesus, esperança minha: quanto foi grande a dor de teu amantíssimo coração? Ó meu doce, Jesus Sofredor! Ouvi dizer que Tu, meu apaixonado Deus, sentiste em ti todos os tomentos do inferno, como: frio, calor, fogo, espasmos dos membros feridos e dilacerados. Dize-me, meu Senhor, sentiste Tu, tudo isso? Jesus meu, liquefaz-se o meu coração somente ao pensamento de tua grande bondade. Tu falas com tanta doçura e condescendência que quem te procura e quer.Ó meu Deus, quão grandes e infinitos sofrimentos te dei. Ó Senhor, jamais teria pecado nem mesmo levemente, se soubesse quanto o pecado te ofende. Conheço, porém, que faria pior no futuro, se a tua mão não me sustentasse.  São tantos os teus sofrimentos, meu doce e benigno Senhor, que Tu não me pareces mais um Deus, mas sim um ‘inferno’ de sofrimentos amorosos. Ó meu benigno Jesus, como poderei agradecer-te por aquilo que sofreste por mim/ Tratei-te mil e mil vezes pior que Judas. A ele fizeste teu discípulo e a mim, tua filha e esposa. Perdoaste a ele os seus pecados e a mim, por tua bondade e graça, tudo perdoaste, concedendo-me a primeira inocência. Tornaste-o dispensador de coisas materiais, e a mim dispensaste tantos dons e graças de teu tesouro espiritual. A ele deste o dom dos milagres e por mim operaste o sumo milagre de conduzir-me voluntariamente a este lugar santo. Ó Jesus meu, eu te vendi e traí não uma só vez, mas mil, infinitas vezes. Ó meu Deus, Tu o sabes, pior que Judas te traí quando, sob a aparência de amizade espiritual, deixei-te e me aproximei de liames de morte. Se tanto te afligiu a ingratidão de teu povo, quanto mais sofreste pela minha! Porque tratei-te pior , depois de ter recebido de ti, meu verdadeiro bem, tantas graças e benefícios.Meu Senhor dulcíssimo, de todo o coração agradeço-te por teres me arrancado da escravidão do mundo, dos pecados, da mão do cruel faraó, que dominava a minha alma pobrezinha. Guiaste-me, Deus meu, a pés enxutos através das águas do mar das vaidades mundanas. Por tua graça passei à solidão do deserto neste claustro. Mil vezes nutriste-me com teu dulcíssimo maná, rico de todo bom sabor. Davam-me náuseas todos os prazeres do mundo confrontados com a mais pequena consolação espiritual. Agradeço-te, meu pai benigníssimo, que muitas vezes com a tua santa boca sobre o monte Sinai da santa oração, me deste a tua lei, escrita com o dedo do teu amor, sobre as tábuas de pedra de meu duríssimo coração rebelde. Agradeço-te, meu Redentor benigníssimo, por todas as vitórias que me deste contra os meus inimigos, os vícios capitais. De Ti, somente, e por Ti veio a minha vitória. Tu, ó Senhor, por graça nasceste em minha alma, e me deste a tua luz, luz de verdade, Caminho para chegar a Ti, verdadeiro Paraíso! Nas trevas e obscuridade do mundo me fizeste ver, ouvir, falar e caminhar na tua luz. Porque verdadeiramente eu era cega, surda e muda a todas as coisas espirituais. Ressuscitaste-me em Ti, verdadeira Vida, que dás vida a toda criatura vivente. Mas, ó meu Deus e Redentor, quem te crucificou? Eu. Quem te flagelou à coluna? Eu. Quem te coroou de espinhos? Eu. Quem te deu a beber fel e vinagre? Eu. Ó meu Jesus, sabes por que digo isto? Porque a luz da tua graça fez-me compreender que muito mais te fazem sofrer os meus pecados, que todos os sofrimentos que atormentaram o teu sacratíssimo corpo.Meu Deus, não me fales da dor eu te causou a ingratidão dos homens, porque a tua luz agora me iluminou para conhecer, em parte ao menos, a minha imensa ingratidão! Não passa mês, nem dia, nem hora ou instante sem que nos dês benefícios... Reconheço e creio que a nossa indizível ingratidão foi uma das mais pungentes espadas que transpassaram a tua alma.”

As dores mentais de Jesus na sua Paixão - Camila Varani

Nenhum comentário:

Postar um comentário